sábado, 20 de outubro de 2012

Lançando Sobre Jesus Toda a Ansiedade


Mensagem n° 145

Mensagem ministrada em 20/10/12; Sábado à tarde; pelo Pr. Josnei Borges dos Santos na Comunidade Barra São João (Benedito Novo - SC).

Obs: Todos os sublinhados, grifos em negrito nos textos bíblicos são meus.


Texto base: [I Pedro 5:6-7].

“6-Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;
7-Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” [I Pedro 5:6-7].

Diz a Palavra de Deus que toda a humanidade já nasce doente e vive em completa confusão mental. A inquietação é a marca registrada na vida do velho Adão. O nome desta doença é pecado.

“5-Por que seríeis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco.
6-Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres não espremidas, nem ligadas, nem amolecidas com óleo.” [Isaías 1:5-6].

O orgulho e a ostentação é a principal plataforma da ansiedade do homem sem a vida de Cristo. O motivo é a fonte impura, pecaminosa; de onde se manifestam os pensamentos. Jamais vamos colher frutos bons da natureza humana. “O HOMEM, nascido da mulher, é de poucos dias e farto de inquietação.” [Jó 14:1].

Como poderemos cultivar bons pensamentos, se a fonte de nossa imaginação é ansiosa e perversa desde o ventre materno? “Quem do imundo tirará o puro? Ninguém.” [Jó 14:4].

“Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.” [Salmo 51:5].

Uma vida apreensiva é contrária à vida de Cristo. A ansiedade, a preocupação é a consequência de uma pessoa afastada de Deus. A natureza pecadora não sossega. É agitada pelas circunstâncias, impaciente... Não consegue esperar em Deus. Jesus advertiu que ansiedade é coisa de pecador, que está sempre na defensiva, e nunca se entrega por completo aos cuidados de Deus.

“31-Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?
32-(Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;” [Mateus 6:31-32].

Muitos crentes nunca ficam satisfeitos; estão mais comprometidos consigo mesmos do que com qualquer outra coisa. Muitos correm atrás das dádivas de Deus, mas rejeitam o doador das bênçãos: Como eu já comentei nos estudos anteriores, que um homem vencido pelas ansiedades e preocupações deste mundo é infrutífero para o reino de Deus e precisa nascer de novo. Você já viu uma pessoa que já teve a experiência do novo nascimento reclamando da vida?

A ansiedade é impraticável para a vida de Cristo em nós. O regenerado está fundamentado e descansado nas promessas de Deus. “... eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” [João 10:10].

A ansiedade de muitos crentes é o resultado de não terem o "conhecimento" de que tudo já foi consumado por Jesus Cristo na cruz. “E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” [João 19:30].

Muitos ainda desconhecem que Deus nos tornou completamente "agradáveis em seu Filho”. “Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado,” [Efésios 1:6].

A natureza humana é ansiosa e egoísta até a medula. Um vazio existencial invade a sua alma. O pecador tomado pela ansiedade não consegue descansar; Não tem tranquilidade, sempre buscando inovações. Não têm firmeza, pois não permanece na rocha que é Cristo. É constantemente lançado de um lado para outro pelas tempestades da vida.

“20-Mas os ímpios são como o mar bravo, porque não se pode aquietar, e as suas águas lançam de si lama e lodo.
21-Não paz para os ímpios, diz o meu Deus.” [Isaias 57:20-21].

O Senhor Jesus nos chamou para uma vida de descanso: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” [Mateus 11:28].

Jesus nos diz que estamos ansiosos porque tentamos obter a paz em nós mesmos; Lutamos desvairadamente para vencer os nossos próprios pecados; perdendo o verdadeiro descanso em Cristo por causa da nossa teimosia. “Ao qual disse: Este é o descanso, dai descanso ao cansado; e este é o refrigério; porém não quiseram ouvir.” [Isaías 28:12].

O homem que não está em Cristo continua nos seus pecados. O pecado trouxe a supremacia do "eu". A vida humana passou a girar em torno de si mesma. O homem sem a vida de Cristo é um escravo, não tem vontade própria.

Já entregaste sua vida para Jesus, ou para você mesmo? “Porque assim diz o Senhor DEUS, o Santo de Israel: Voltando e descansando sereis salvos; no sossego e na confiança estaria a vossa força, mas não quisestes.” [Isaías 30:15].

O apóstolo Pedro nos adverte que a nossa humilhação é o princípio da libertação da ansiedade. “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;” [V. 6]. Só vamos ser libertos do pecado quando reconhecermos e confessarmos as derrotas dos nossos próprios esforços.

O egoísmo gera a ansiedade. A natureza humana é orgulhosa e egoísta. Farinha pouca, meu pirão primeiro”, essa é a regra do velho homem. Primeiro o meu reino e a minha justiça; e depois, as outras coisas; que são as prioridades de Deus; se sobrar tempo para fazer eu faço”.

Pastor, como posso ser liberto da ansiedade abrasadora segundo os preceitos de Deus?

Primeiro; você precisa reconhecer que a vida adâmica não tem concerto, precisa morrer. Você precisa ser liberto da escravidão do seu inquieto (velho homem). Isso é impossível para os homens, mas possível para Deus.

Segundo; você precisa saber que sua vida de temor já foi pregada na cruz com Cristo. Fomos plantados juntamente com Cristo na semelhança da Sua morte. “Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição;” [Romanos 6:5].

O novo nascimento significa a troca da vida ansiosa de Adão pela vida ressurreta e abundante de Cristo. Não existe solução para o apreensivo EU. Esta vida egocêntrica, preocupada precisa morrer, pois é inteiramente inútil para Deus.

“14-Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.
15-E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” [II Coríntios 5:14-15].

Tire os olhos da tua capacidade de resolver tudo e das circunstâncias desfavoráveis do momento. Comece a considerar o calvário. Nesse momento de inquietação e medo; o Espírito de Deus lhe orienta que o verdadeiro livramento deve vir de outra fonte, (JESUS CRISTO); e que todo o teu esforço é inútil para vencer.

Agora você já consegue por revelação do Espírito Santo visualizar Cristo sendo levantado da terra, atraindo todos os teus pecados, teus medos, tuas ansiedades... “E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim.” [João 12:32].

  Lance pela fé sua solidão, ansiedade, stress, depressão, medo, tudo que o que está te perturbando sobre Jesus. Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” [I Pedro 5:7].

Agora o Espírito te conduz ao verdadeiro significado da morte do Senhor Jesus para nossa libertação. Ele te leva a tomar posse do teu lugar na Cruz e declarar que já morreu com Ele. “Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” [Colossenses 3:3].

Agora o Espírito te revela que o Senhor Jesus levou não só os teus pecados, mas também o velho homem (natureza humana) foi crucificado juntamente com Ele. “Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.” [Romanos 6:6].

Agora você já pode concordar inteiramente com a Sua Palavra que não pode mentir; em nos considerar mortos para o pecado. “Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.” [Romanos 6:11].

Em Cristo entramos no legítimo descanso”, cessou nossos esforços e nossa justiça própria; assumindo total dependência do Espírito Santo: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” [Gálatas 2:20].

Uma vida de dependência de Jesus Cristo que habita em nós. Manifestando Sua vida constante através de nós e em nós. Agora eu não preciso deixar o meu verdadeiro descanso (JESUS CRISTO), e correr ansioso atrás de bênçãos espirituais. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus;” [Deuteronômio 28:2].

Jamais abandone o descanso absoluto em Cristo pela busca de bens materiais. A Bíblia diz que tudo o que precisamos está em Cristo. “Da sua plenitude todos nós receberemos graça sobre graça.” [João 1:16]. Toda ansiedade procede da incredulidade humana. Jesus não pode agir enquanto estamos ansiosos.

“5-E não podia fazer ali obras maravilhosas; somente curou alguns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos.
6-E estava admirado da incredulidade deles.” [Marcos 6:5-6].

Quando descansamos na Palavra de Deus, a obra divina já está sendo concluída na nossa vida, muitas vezes sem ser sentida nem percebida por nós. “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo;” [Filipenses 1:6].

A Palavra de Deus nos revela a posição do regenerado em Cristo. N’Ele confessamos a nossa verdadeira posição: "Assentados". Declare a promessa que nada nos poderá faltar. Por acaso alguém pode acrescentar alguma coisa a Jesus Cristo, o arquiteto e Criador do universo? No coração cheio de Cristo não tem lugar para ansiedade. Em Cristo tenho todos os recursos espirituais que preciso para aquietar minha alma contra o temor. “E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;” [Efésios 2:6].

Quem está assentado, está numa posição de descanso. Na cruz está a verdadeira resposta para a alma ansiosa. Cristo já despojou a insegurança, incerteza e o medo. Antes estávamos associados ao primeiro homem, (Adão); com toda sua confusão e agitação. O regenerado é aquele que não está apenas perdoado dos seus pecados, mas alforriado de toda a ansiedade que assola o mundo. Deus supriu plenamente tudo em Cristo. “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;” [Efésios 1:3].

Agora estamos unidos com Cristo em perfeito descanso. “Disse, pois: Irá a minha presença contigo para te fazer descansar.” [Êxodo 33:14].

Ele é a tua vida, espere n’Ele. “Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera.” [Isaías 64:4].

Jesus é o Emanuel, presença constante em nossa vida. “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.” [Mateus 1:23].

Uma vez identificados ou unidos a Cristo, somos participantes de tudo aquilo que está n’Ele. Agora você não precisa sair ansioso atrás de bênçãos e riquezas. Elas já lhes pertencem, visto que todas as coisas estão em Cristo. “Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse.” [Colossenses 1:19].

Todas as bênçãos estão inseparavelmente contidas n’Ele. “... Cristo é tudo em todos.” [Colossenses 3:11].

“Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade.” [Colossenses 2:9].

N’Ele somos aperfeiçoados: “A quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo;” [Colossenses 1:28].

O cristianismo não é um conjunto de regras ensinadas, porém uma pessoa, vida, comunhão... A vida de Cristo vivendo em nós. Consiste num relacionamento sustentável com um Cristo todo-suficiente. Somos perfeitos e completos em Cristo. E estais perfeitos nele, que é a cabeça de todo o principado e potestade;” [Colossenses 2:10].

Se você é ansioso e ainda não tem essa paz; isto comprova que ainda não está descansando na obra consumada no Calvário; confirmando que continua insatisfeito com o próprio Cristo.

“13-Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;
14-Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.” [João 4:13-14].

Oro para que o Espírito de Deus abra seus olhos para essa realidade. “Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;” [Efésios 1:18].

A Graça do Senhor Jesus Cristo seja com o espírito de vocês. Amém...

Pr. Josnei Borges dos Santos

0 comentários:

Postar um comentário